Por que a Odontologia Hospitalar é necessária?

Desde outubro de 2014, a Odontologia Hospitalar passou a ser reconhecida pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) como um exercício feito pelo cirurgião-dentista nos hospitais.

Mas, você sabe por que a atividade é tão necessária e importante? De acordo com o CFO, muitos pacientes ficam internados e acabam tendo sua saúde bucal comprometida. Isso porque, nesses períodos, a higienização costuma ser negligenciada.

Com os cuidados do cirurgião-dentista dentro dos hospitais, os pacientes tendem a antecipar em até cinco dias a alta médica, reduzir as despesas com internação e ganhar maior segurança no pré e pós-operatório.

Os principais hospitais brasileiros já têm equipes especializadas multidisciplinares e equipamentos adequados para o atendimento odontológico. Outros hospitais já perceberam os benefícios dos serviços odontológicos e estão se organizando para poder montar boas equipes.

Para exercer a função, o cirurgião-dentista precisa aprender a trabalhar de uma forma bem diferente da que aprendeu e exercita até agora. O atendimento em hospital é feito quase sempre no leito do paciente, o trabalho é multidisciplinar, com grande integração entre vários especialistas e o profissional precisa, além de tudo, saber ler um protocolo médico-hospitalar.

O mercado já oferece alguns cursos de especialização para os dentistas que tiverem interesse na função.

Gostou do artigo? Leia também: Odontologia do esporte: que tal se especializar?

Deixe uma resposta