6 dicas para não errar na gestão financeira do consultório

Todo cuidado e planejamento é pouco quando o assunto é a gestão financeira de um negócio. Se a gestão é feita de forma correta, contribui para gerar lucros, mas, se a situação for oposta, pode acabar causando prejuízos ou mesmo arruinando o consultório em longo prazo.

Para você não errar na gestão da sua clínica, separamos 6 dicas imperdíveis. Continue lendo!

Atenção ao fluxo do caixa

Controlar o fluxo de caixa é tarefa indispensável para qualquer empresa, certo? Para que esse controle seja feito de forma eficiente, a dica é fazer o registro de qualquer operação financeira que ocorreu (seja entrada ou saída), mesmo as que possuem valores pequenos. E faça o fechamento diariamente. Isso vai impedir que algo passe desapercebido.

Não misture as contas

Um dos erros mais cometidos entre os empreendedores é misturarem suas contas pessoais com as da clínica.  Essa prática compromete seriamente a parte financeira da gestão do consultório odontológico e pode, em longo prazo, causar prejuízos e até mesmo levar à falência. O ideal é que o dentista estipule um valor de salário mensal (chamado de pró-labore) para cobrir seus gastos pessoais.

Planeje-se

Planejar é preciso. Especialmente se o assunto for finanças. É importante estipular metas de faturamento, de lucratividade, de rentabilidade, entre outras e compará-las aos resultados reais que o consultório apresenta.

Analise sua tabela de preço

A regra básica é a seguinte: o preço oferecido aos clientes deve ser suficiente para cobrir todos os custos do consultório (mão de obra, energia elétrica, água, fornecedores, entre outros) e ainda gerar lucro. Portanto, apenas avaliar qual é o preço médio praticado na região não basta.

Hora de reduzir os custos

Não tem segredo: se os custos são reduzidos, a margem de lucro será ainda maior. Mas, cuidado. Reduzir a qualidade dos produtos e dos serviços prestados pode acabar gerando insatisfação entre seus pacientes. Fuja dessa armadilha!

Use um sistema de gestão

A maior vantagem de investir em um sistema de gestão de consultório odontológico é que, com ele, a maior parte da rotina da clínica é automatizada, o que garante menor incidência de erros e maior confiabilidade nas informações.

Alguns desses sistemas oferecem a opção de gerar relatórios e isso facilita muito o acompanhamento dos números do consultório.
Gostou das dicas? Não deixe de ler também “Aplicativos que facilitam o dia a dia do dentista”.

Deixe uma resposta